Unipaz São Paulo

UNIPAZ SÃO PAULO

Pesquisar
Close this search box.

O Corpo Fala: a linguagem silenciosa da comunicação não-verbal

Pela linguagem do corpo, você diz muitas coisas aos outros. 
E eles têm muitas coisas a dizer para você. 
Também nosso corpo é antes de tudo 
um centro de informações para nós mesmos.

O best-seller “O Corpo Fala” de Pierre Weil e Ronald Tompakow apresenta de maneira simples, prática e leve a linguagem corporal. Essa leitura de gestos inconscientes pode facilitar a compreensão das nossas reações aos vários tipos de interações (pensamentos e sentimentos), tanto na dimensão da interação consigo mesmo quanto com os outros.

Nos primeiros capítulos do livro, os autores comparam o corpo humano com uma esfinge egípcia, uma imagem mitológica que apresenta o corpo de boi, o peito de leão, asas de águia e a cabeça de um humano, que farão parte do vocabulário do livro.

A comparação dos animais com o corpo humano e suas correspondências psicológicas considera que o abdômen é o boi e representa a nossa vida instintiva e vegetativa, como por exemplo, comer, dormir, desejos etc. O leão é o tórax e representa nossa vida emocional que expressa tristeza, alegria, medos, raiva etc… A águia, localizada no nível do cérebro na cabeça, refere-se a  nossa vida mental, manifesta nossos pensamentos, nas diferentes inteligências, nossa visão de mundo etc. E a cabeça humana: a consciència, situada em cima da fontanela. Segundo os autores, esses animais estão sempre em movimento, atuando no controle do nosso corpo. 

Nos demais capítulos, são apresentados os símbolos e a linguagem do corpo, assinalando que  cada parte do corpo  evidencia uma forma de expressão corporal expressa por meio de gestos, movimentos ou a falta deles. Essas expressões corporais são pistas para facilitar a observação de estados emocionais, tipos de pessoa etc.

A partir da visão da totalidade humana, os autores consideram todas as partes do nosso corpo importantes, apresentando significados únicos para cada uma delas. Enfatizam também que a vida é um fluxo constante de energia e a linguagem do corpo é a linguagem da vida; logo é importante conhecer essa energia em nós. 

Por meio de figuras, expressões e textos leves, os autores mostram as representações armazenadas em nossos corpos, por exemplo, sensação de fome, sentimentos de medo, raiva e outros, que se expressam por meio de atitudes corporais. 

A observação dessas expressões corporais pode facilitar a compreensão do outro e de nós mesmos, pois, muitas vezes, a mensagem verbal diz alguma coisa e a corporal diz outra. Veja aqui alguns exemplos: 

1 – Olhar nos olhos e aperto de mão firme, pode significar firmeza, franqueza, interesse, coragem (vigor psíquico). 

2 – Não olhar nos olhos e aperto de mão frouxo: pode significar fraqueza, displicência, desinteresse, acanhamento, receio (fraqueza psíquica).

O aprendizado mais potente deste livro diz respeito à importância de se colocar no lugar do outro, perceber o momento de falar com o nosso corpo, observar e identificar situações inconscientes e aprender sobre nós mesmos, porque de fato, O Corpo Fala!

Inspirado na tese de doutoramento de Pierre Weil na Universidade de Paris, este livro contempla, em teoria e prática, toda a potência da linguagem não-verbal.

Leitura recomendada para todas as pessoas que querem conhecer mais sobre si mesmas e sobre como aprimorar os relacionamentos interpessoais.

Além deste livro, Pierre Weil, que foi o fundador da UNIPAZ, é autor de mais de trinta livros. Entre eles, A Arte de Viver a Vida que reúne sete temas igualmente recomendados para aprimorar o autoconhecimento: A arte de viver em paz, A arte de viver consciente, A arte de viver em plenitude, A arte de viver em harmonia, A arte de viver o conflito, A arte de viver a natureza e A arte de viver a passagem. 

Se você gostou deste texto e gostaria de conhecer mais sobre Pierre Weil e a UNIPAZ, acesse o nosso site: www.unipazsp.org.br 

Texto elaborado pela equipe da Unipaz São Paulo

plugins premium WordPress